O VALE DOS BUROCRATAS MORTOS, desenhos de João da Silva

17/11/2012

(com parece que há uma certa homenagem a mim, republico no dia do meu aniversário)


Aqui vai a reedição, pois Vítor conseguiu me ensinar a fazer em tamanho legível. Além do mais, estou publicando a sequência. E vale a pena a reedição por ser desenhos inéditos, oferecidos ao jornaldo porao como uma homenagem pelos seus 5 mil acessos (agora quase 5.500).

VALE DOS BUROCRATAS II
<
Desenhos de João da Silva, do coletivo Miséria e da Revista Miséria. Entre no site da Revista aqui ao lado, na lista de blogs e sites amigos.
Espero que os burocratas não tenham sossego e os lambe-cus também.

VALE DOS BUROCRATAS MORTOS NÚMERO 3

<

Proponho que leiam ou releiam o conto de Victor Judice, O ARQUIVO. Este conto, dizem, é o conto brasileiro mais publicado. 27 vezes, claro que não conta as duas vezes neste jornaleco.

No terreno fantástico da poesia recomendo A Burocracia, de Francisco de Carvalho


A CRISE DO CAPITAL – AS GUERRAS DE OBOMA E O ATUAL MOMENTO DA CRISE ECONÔMICA MUNDIAL, com Gilson Dantas

28/09/2010

CONVITE PARA A PRÓXIMA ATIVIDADE NA CASA HERMÍNIO SACCHETTA, sexta-feira 01/10/2010
“Aproveitamos para fazer dois convites: Neste dia primeiro (sexta-feira), teremos um debate com Gilson Dantas, editor da revista Contra a Corrente e militante da LER-QI, sobre as Guerras de Obama e o atual estágio da crise econômica mundial;




sarau Casa HERMINIO SACCHETTA 080

Upload feito originalmente por Jornal do Porão

e no dia 2 (sábado), exibiremos o filme 4 meses, 3 semanas e 2 dias, seguido de um debate com o grupo de mulheres Pão e Rosas sobre a legalização do aborto (confira aqui a programação completa). Compareçam!”

SARAU UM GRANDE SUCESSO




sarau Casa HERMINIO SACCHETTA 062

Upload feito originalmente por Jornal do Porão




sarau Casa HERMINIO SACCHETTA 063

Upload feito originalmente por Jornal do Porão

O lançamento da Casa Hermínio Sacchetta, na sexta-feira foi um tremendo sucesso, as 200 pessoas que por lá passaram sabem disso e os leitores deste Jornal do Porão também. Mas um sarau onde passaram mais de 100 pessoas e que, no momento de maior público, tinha 85 atentos participantes das leituras e falas de poemas, tanto de poetas consagrados como de poetas do público. Foi um momento único. Portanto difícil será repetir. E para quem não viu, tento dar uma pálida e fragmentária idéia do que lá se passou através de um álbum de fotografias que está no flickr.




sarau Casa HERMINIO SACCHETTA 053

Upload feito originalmente por Jornal do Porão

Para ter acesso ao álbum é só colocar o mouse sobre a foto aqui

E para ter um balanço dos organizadores vá ao blog da casa Hermínio Sacchetta, clicando aqui

Na próxima sexta-feira, 01/10, terá um debate sobre A CRISE DO CAPITAL – AS GUERRAS DE OBOMA E O ATUAL MOMENTO DA CRISE ECONÔMICA MUNDIAL, com Gilson Dantas. Veja convocatória completa no blog da Casa Hermínio Sacchetta


POESIA NA TRIBO

08/02/2010

Ponto de vista

Leila Míccolis

Eu não tenho vergonha
de dizer palavrões,
de sentir secreções
(vaginais ou anais).
As mentiras usuais
que nos fodem sutilmente
essas sim são imorais,
essas sim são indecentes

Ah! a poesia, que tudo põe a nu.

O bom filho a casa torra, Editora Blocos, 199

ou em POESIA NA TRIBO, Ed. da Tribo, 1997

PRECE PÓS-MODERNA
de Ulisses Tavares

a utopia virou pecado.
ajoelhem-se, revolucionários.
penitência, pirados.
jejum total, poetas.
mea culpa, mea máxima culpa,
em nome do pai e dos filhos
da puta, amém.

No “Poesia na Tribo vol. 1”, Ed. da tribo, 1997