MUTAÇÃO, Newton Peron

21/06/2012

MUTAÇÃO

com 10 anos, imaginou ter seis dedos em cada mão. uma semana depois, sentiu um calombo embaixo de cada mindinho. o laudo médico afirmava tumor benigno. seis meses depois tinha doze dedos.

o médico recusou a amputação: veja, é um caso excepcional, não é de nascença, tem sensibilidade, movimento.

zombado na escola, o garoto perdeu interesse pelos dois dedos bônus. escureceu, secou, encolheu e caiu. cólera do médico, que não pôde acabar seu artigo revolucionário a tempo.

com 15 anos teve duas bocas. com 19, uma boca e quatro pulmões. com 27, dois pulmões e três corações. morreu com 45: os corações murcharam, tinha um olho nascendo na nuca e um pinto apodrecendo em cada coxa.