jazz/It Ain’t Necessarily So – Porgy and Bess – Gershwin

11/04/2018

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Novamente a repetição

Novamente sobre a repetição, e aprender a amar. Resumindo, aprender. Aí vai novamente a lista de I AIN’T NECESSARILY SO, agora com algumas muito boas interpretações de gente que nem nunca tinha ouvido falar. Mas, se olhar ao lado das músicas, mostra as minhas preferidas repetições – constantemente eu até repito alguma ou algumas interpretações a forçar e atualizar as comparações – repito, as repetições são formas novas de ver, ou oportunidades novas de ver e ouvir outras ângulos, nuances e mesmo coisas fortes e grandes que passam despercebidas com a nossa afã de interneteses de saber tudo, de tudo e rapidamente. Verá, se ouvir esta lista que Ben Sidran tem 20 repetições, ainda só 20, e achei uma nova interpretação que devo repetir muito de quem jamais ouvira falar: Nova Balancilo Orkestro. (que foi uma orquestra fundada por NORA MULDER, tendo por base sue conjunto “Nora Op Zondag” {formado por WILBERT DE JOODE & NORA MULDER @ SPLENDOR}. Nora Mulder (acho que holandesa) é pianista. A intepretação de It Ain’t Necessarily So se aproxima ou tem pontes com a de Ben Sidran (minha preferida, atestada pelas 20 repetições). Toda esta coincidência e estes encontros fantásticos são permitidos pela esta tão estupidamente usada Internet.

Anúncios