Mariazinha. Lírio do Brejo. Hedychium Coronarium.

Lírio do brejo, Mariazinha

Lírio do brejo, Mariazinha

Lá na Serra dos Pinheiros, Ponte Nova, Minas Gerais é Mariazinha. Folha tão macia que serve para para curar feridas. Perfume é de frescor e delicadeza. Passei quase um dia inteiro deitado e escondido entre elas, escondendo da espingarda do Zé Coelho quando roubava umas frutas que lá se chamava eugênia. Eugênia um nome genérico, pois a pitanga é também é um eugênia. Eugênia também de pele lisa, morena e cheirosa, de flores de um rosa, quase escarlate.

Eugênia, frutos

Eugênia, frutos

Tanto por esse rosa das flores, do roxo das frutas, Eugênia, quanto mais o tempo passa e vou falando dela, mais é uma flor mulher, um fruto paixão e  a visão do sexo.

A Mariazinha diz que é um planta invasora. Há legislação que propõe controle ou até extermínio. Mas lá naqueles brejos de Minas ela já tomou conta. E tomou conta da pele da minha infância que não muda que nem cobra, mas que cresta, com o tempo, e fossiliza todos os toques. E entranha. Não acredito muito em leis para preservar a natureza todo tempo destruída, mas acredito em leis para promover extermínios. Os rios daqueles brejos, brejos de mariazinhas, de peixes ao sol, de cobras reluzentes, hoje são esgotos de restos de porcos criados em grandes chiqueiros capitalistas.
Mas como gostava de amassar, alisar e cheirara as mariazinhas. O cheiro. A pelo lisa e comovente das folhas. E a flor branca, lisa e com quase o mesmo cheiro suave, mas penetrante das folhas suaves, lisas e cheia de conforto, conforto no pegar e no deitar sobre elas. Nem o risco das perigosas e subreptícias  jararacas impediam que deitasse na moita delas.Lírio do brejo
E foi na moita perfumada e macia dela que namorei minhas primas. E namoro todos os dias, pois é impossível esquecer o perfume do amor e das mariazinhas.E o cheiro hoje é ainda mais penetrante, o liso mais liso, o frescor mais fresco. A lembrança que é pura imaginação. Talvez nem tenha acontecido assim. Nem mesmo tenha acontecido. E foi Manoel de Barros que escreveu que “o que não inventei é mentira”. Ou melhor: Tudo que não invento é falso

Eugênia

Eugênia, flores

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

(co.ro..ri:o)

Mariazinha, Lírio do Brejo, Hedychium Coronarium

Mariazinha, Lírio do Brejo, Hedychium Coronarium

a.

1. Ref. a coroa ou a coroação; CORONAL

2. Anat. Que envolve um órgão ou uma parte do corpo como uma coroa (artérias coronárias).

[F.: Do lat. coronariusa, um.]

Read more: http://aulete.uol.com.br/coron%C3%A1rio#ixzz2FbOcxi8a

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

Anúncios

2 Responses to Mariazinha. Lírio do Brejo. Hedychium Coronarium.

  1. joao antonio disse:

    Mário.
    Você diz que não gosta de Proust, e vem e me comete um post desses. Não é nada mais que um proust encravadoem você…risosBelo texto.
    abraço
    joão antonio

  2. […] além das matas? Minha Chácara dos Sonhos, até agora, só tem planta estrangeira. E minha querida mariazinha, da minha puberdade sacana, também é uma planta estrangeira é uma planta exótica e […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: