BARROU A TERCEIRIZAÇAO. Relato de uma vitória

Em Marília/SP a aliança operário-estudantil mostrou sua força!
[A BUROCRACIA SINDICAL LÁ E CÁ]
“No entanto, não podemos deixar de citar que isto se deu em meio a luta política contra a burocracia sindical do SINTUNESP que foi incapaz de responder aos assédios e pressões da Direção. Esta, ao perceber o grande risco que corria com a aliança que se concretizava entre os dois setores esmagados por esta estrutura de poder na universidade, se prestou a colocar trabalhadores contra estudantes numa clara iniciativa de isolar os estudantes e conseguir por fim ao conflito, e para isso contou com a capitulação do sindicato corporativista.”

[O RESTAURANTE NÃO SERÁ TERCEIRIZADO]
“a Reitoria e a Direção resolvem ceder. Comprometem-se em contratar funcionários e abrir o restaurante universitário no período noturno, escancarando para todos que a terceirização não era a única via possível, mas sim o projeto da burocracia acadêmica e do governo”

[clique aqui e leia o artigo inteiro em LER-QI]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: